top of page
Design sem nome (3).png
  • Foto do escritorSimony Ramos Oliveira

No exterior, passei a ter medo e ansiedade em demasia!










Muitas vezes a vida no exterior nos traz surpresas desagradáveis que nos tiram o "chão", causando grandes dificuldades no alcance de nossos objetivos bem como no usufruir das oportunidades que a vida fora do nosso país de origem podem nos oferecer, tais como lazer, novas amizades, viagens e segurança para fazer o que nos interessa sem preocupação demasiada com a criminalidade, por exemplo.

Muitas pessoas após mudar-se para o exterior desenvolvem medos ou fobias, ficam extremamente ansiosas ou até mesmo desenvolvem síndrome do pânico. Muitas podem até desenvolver fobia social e medo de espaços abertos (agorafobia). Você leitor pode estar se perguntando o porquê isso acontece?

Pela minha experiência, o que muitas vezes acontece, é que o novo contexto de vida, no caso morar fora do país de origem, e estar em contato com nova cultura e novas pessoas, buscar um novo emprego ou estar em um novo trabalho, geram um grande stress que faz com quem o imigrante ou expatriado produza fantasias catastróficas que o faz pensar que: estar sozinho no mundo; vai perder o emprego se não se comportar conforme as normas sociais do novo país; pode acontecer algo e ele poderá morrer a qualquer momento, que não comunica bem com a língua estrangeira ou que não conseguirá aprendê-la.

Dependendo do ambiente social que ele está, estas fantasias podem tornar-se mais assustadoras, caso esteja em um ambiente com pessoas que sejam pessimistas ou que são menos sociáveis e muito questionadoras.

Lidar com estas fobias, ansiedades e dificuldades emocionais é imperativo para que o imigrante ou expatriado não se sucumba e perca a oportunidade de alcançar seus sonhos. Dificuldades, medos, ansiedades sempre existirão, como sempre afirmo para os meus clientes, mas a forma como encaramos e manejamos é a chave para superá-los. O medo e ansiedade fazem parte da vida de qualquer adulto, então a questão não é a existência destes sentimentos e sim o que deixamos que eles façam com a nossa vida!

Você não sai mais? Tem medo de falar com as pesssoas? Não se reconhece mais como uma pessoa livre e sociável? O medo e ansiedade de paraliza?

Se você passou a ter algum destes sintomas apontados aqui, após mudar-se para o exterior, saiba que é possível sair desta situação.

Através de ferrramentas de psicologia, eu posso te ajudar a reduzir/eliminar o nível destes medos, fobias ou ansiedades que atormentam a sua vida e assim ter mais tempo e liberdade para lidar com o que realmente importa para você no exterior!!


Comments


bottom of page